Feeds:
Posts
Comentários

Arquivo da categoria ‘ladainha’

Eu sei que sou um Capoeira

Um Capoeira eu sei que sou

Eu sei que sou um Capoeira

Mestre Machado foi quem no ensinou

Eu não tenho sangue baiano

Mas sou descendente de africano (bis)

E a minha Capoeira tem valor

A Capoeira evoluiu, junto a sua idade

Hoje a Capoeira é coragem

Esporte com fraternidade (bis)

E também é a liberdade

Autor: Instrutor Ricardo (In memórian)

Read Full Post »

Eu sou feito de sangue e suor

Tenho orgulho e magia

O meu pai foi atado sem dó, minha mãe sofredora Maria

Eu nasci num cantinho do Engenho, cujo nome se chama Senzala

Onde fico escutando o gemido, enquanto o chicote uivava (bis)

Faz a faca no peito uma dor, minha boca colava de sede

Hoje eu rezo pros meu antepassados, deitado no fundo da rede (bis)

Dona sereia, rainha do mar, ve se não deixa meu barco afundar (bis)

Ve se não deixa meu barco afundar, Dona Sereia rainha do mar (bis)

Read Full Post »

Com fé em Deus

Com fé em Deus

Nosso Pai, o criador

Seguiremos o caminho

Que pra Rio Brasil traçou

São provações,

Mas nossa fé vence barreiras

Sei que a vitória é nossa

Rio Brasil Capoeira

Eu sei que a vitória é nossa

Rio Brasil Capoeira (Bis)

A nossa fé vence barreiras

Rio Brasil Capoeira

Autor: Contra-Mestre Americano

Read Full Post »

 

Vou contar para vocês

O que me aconteceu

Na roda de Capoeira

Quando o céu escureceu

Meu Berimbau tocava Angola

Eu cantava ladainha

Quando prestei atenção

Quem jogava era Pastinha

Negro velho, mandingueiro

Angoleiro de valor

A roda de Capoeira

Foi ele quem comandou

Pegou o Berimbau Gunga

E cantou uma ladainha

Mostrando para os presentes

Quem era Mestre Pastinha

Camará, viva a Bahia

Eh!!! Viva a Bahia, camará

Viva Pastinha

Eh!!! Viva Pastinha, camará

Autor: Mestre Paulão

Read Full Post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.